lucas arantes

http://www.myspace.com/lucasarantes

Companhia paulistana apresenta ‘Ar Vazio’ em Ribeirão

with one comment

por Régis Martins (Jornal A Cidade)

Uma história de amor interrompida por um acidente de automóvel. Ele, no mundo dos mortos, não consegue ir embora. Está em nenhum lugar, esperando poder partir do mundo das recordações.

Ela, viva, conserva o seu museu de recordações, como se ele ainda fosse presente.

Quem lê o texto de divulgação de ‘Ar Vazio’ acredita que se trata de um espetáculo espírita, porém o autor do texto logo explica que sua obra não tem nada de kardecista.

A peça, de acordo com o jornalista e dramaturgo ribeirão-pretano Lucas Arantes, é sobre uma separação interrompida sem previsões, em que o luto é imposto.

“É sobre essa visão dupla, do mundo dos mortos e do mundo dos vivos, onde os dois buscam elaborar essa tragédia para cada um continuar vivendo a sua própria viagem”, explica o autor da peça.

Repercussão

“Ar Vazio” ganha novamente os palcos de Ribeirão Preto depois de sua estreia em junho passado, durante a Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto de 2010.

É a sucessora de “Suspensão”, peça que conquistou crítica e público durante sua temporada no Espaço Satyros, que fica na Praça Roosevelt, reduto do teatro underground na capital paulista.

Graças a repercussão de “Suspensão” na capital paulista, incluindo aí boas críticas em publicações especializadas, Lucas foi procurado por um grupo de São Paulo, a Cia. Inerente. O autor ofereceu “Ar Vazio”, que segue o clima denso de “Suspensão”.

Mais uma vez, o espetáculo vai na contramão da produção local, pautada nos vícios da “commedia dell’arte”.

“Para mim, o objetivo de uma obra de arte é ampliar a experiência humana além da conhecida. A obra é um resquício do que você viveu na vida. É refazer o mundo com as próprias palavras”, filosofa o autor, de 25 anos.

Afinidade

O diretor do espetáculo, Pedro Cameron, conheceu o texto de Lucas por meio do ator Igor Pushinov, 24 anos, que, a exemplo do dramaturgo, é um ribeirão-pretano que hoje vive em São Paulo.

“Foi quase que um texto encomendado para a companhia. Eu gostei muito, porque é poético e cheio de imagens”, acredita Pedro. A Cia. Inerente, que apresenta a peça “Ar Vazio” nesta terça e quarta-feira no palco do Sesc de Ribeirão Preto, é formada por alunos da Escola de Artes Dramáticas de USP-SP.

Além de Igor e Pedro, a trupe inclui a atriz Flávia Teixeira, de 26 anos, e a co-diretora Yukari Carolina. “Somos da mesma turma da faculdade e temos uma afinidade artística muito grande”, conta o diretor.

Pedro afirma que a montagem da companhia preza pela simplicidade.

“Queríamos algo que evidenciasse o texto, por isso não há muitos efeitos de luz ou cenografia”, informa.

Serviço

Ar Vazio

Terça e quarta-feira, sempre às 21h, no Galpão de Eventos do Sesc Ribeirão.
Rua Tibiriçá, 50
Ingressos a R$ 10, R$ 5 e R$ 2,50.
Inf.: (16) 3977-4477

Anúncios

Written by lucasarantes

outubro 19, 2010 às 9:15 pm

Publicado em outros

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. Parabéns a Cia e ao Lucas, desbravando a selva de pedra e conquistando seu espaço. A vitória começa na coragem de tentar. Você é grande.
    E, mais uma vez, o trabalho me impede de assistir esta linda montagem! Ficarei de olho.

    Gilberto (Beto) Bellini

    outubro 20, 2010 at 1:20 am


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: