lucas arantes

http://www.myspace.com/lucasarantes

Tietê

leave a comment »

 

(de Paulo Cecilio)

 

Tietê

De cada estação

na carne recebe

peixe de plástico/plutônio

saco de vômito/ferida

carta de suicídio/assombração

arranha-se em prego enferrujado.

range denso/ cansado/podre.

Mas tietê é um rio:

na última estação,

abraça o mar…

Anúncios

Written by lucasarantes

dezembro 7, 2010 às 9:05 pm

Publicado em literatura

Tagged with

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: