lucas arantes

http://www.myspace.com/lucasarantes

PINOKIO, de Roberto Alvim

with one comment

Tão estranho quanto um objeto inanimado, como a madeira, se tornar vivo, é algo vivo produzir o morto. Estranho, porém, familiar, comum por meio da observação. Entretanto, ser, sentir e vivenciar o próprio organismo produzir o sangue negro, tumor, aborto, é vivenciar o mito de Carlos Collodi ao avesso. A transmutação que Roberto Alvim propõe em Pinokio, em cartaz no Club Noir, concentra a ideia da imortalidade como o fracasso do homem.

A Eva comeu a maça, a placenta, deixando escapar no liquido o humano-coisa, gente-grilo-rã, que desperta repulsa, amor. Somente a criança, dotada da capacidade do espanto, consegue tornar o que é banal para alguns, em som e fúria.

Apesar de ser contada por estranhas criaturas-linguagens, o sentimento que a narrativa desperta é de beleza. A densidade existe, mas é leve, compreessiva.

No princípio era o boneco, a ideia de um devir; em seguida, o que nasce, sente, e percebe o mundo, assusta-se com ele, encanta-se e arrepende-se; por último, temos a autorização da mãe, figura permeada de afeto, que acolhe o vivo por morrer, empreendendo uma dimensão de limite e espaço naquilo que antes era pura deformidade. A peça desagua nesta figura materna

Conhecer é errar. O corpo que habita a linguagem é prisão. É preciso ser a linguagem para desconhecer-se conscientemente.

*

PINOKIO
Club Noir. Rua Augusta, 331, telefone 3255-8448. 5ª a sáb., às 21 h; dom., às 20 h. R$ 10. Até 15/5.

Anúncios

Written by lucasarantes

março 25, 2011 às 9:12 pm

Publicado em teatro

Tagged with , , , ,

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. que lindo, amigo, que lindo o que você escreveu!
    muito obrigado, mesmo!

    roberto alvim

    março 26, 2011 at 4:59 am


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: